Quem sou eu

Gaúcha,aquariana, possui vasto conhecimento em Terapias inovadoras jamais publicadas antes. Todo o conhecimento foi acumulado em anos e anos de testes. Literatura alguma jamais abordou os assuntos que serão expostos a vc da maneira reveladora e enfática. Neste blog vc podera interagir dando sua opinião e relatando seus causos, com consultas....tudo será bem vindo. Dona Iracy está aberta a todos os credos, sem nenhum tipo de preconceito.

domingo, 1 de janeiro de 2012

Sindrome do sutiã maledeto


É praticamente impossível dizer quando ele surgiu e quem foi seu verdadeiro autor: o sutiã - palavra que vem do francês soutien gorge ("sustentador de seio") - tem quase dois milênios de história "Mosaicos romanos dos séculos III e IV da Era Cristã mostram mulheres usando uma faixa de tecido sobre os seios chamada strophium, muito semelhante aos atuais sutiãs sem alça", diz o historiador João Braga, que dá aulas de história da Moda na Faculdade Senac, em São Paulo. Apontar o nascimento da versão moderna da peça também não é tarefa fácil.
A partir do final do século XIX apareceram, principalmente nos Estados Unidos e na França, vários desenhos de sustentadores de seios. O problema é que a novidade nunca empolgava as mulheres. Nessa corrida criativa, quem se deu melhor foi a socialite americana Mary Phelps Jacob. Em 1914, talvez por sua popularidade na sociedade nova-iorquina, ela conseguiu tornar famoso um modelo feito com lenços de seda amarrados por faixas. Um ano depois, Jacob obteve a primeira patente do sutiã, oficializando seu status de inventora do produto. Nas décadas seguintes, embora tenha evoluído muito, a peça passaria por momentos difíceis. No final dos anos 60, as feministas queimavam sutiãs em suas passeatas, numa metáfora para os pedidos de libertação da mulher.

Nossa mestra e estudiosa Dona Iracy, pode falar com conhecimento de causa, pois ainda sofre muito desse terrivel mal.
Em seu relato ela nos conta que não existe hora, nem local. Quando menos esperamos...pode acontecer, uma falta de ar repentina, um aperto no peito.....vc está com a SINDROME DO SUTIÃ MALEDETO

Como agir nessa situação:
Retire rápido, sem pensar! Jogue pra longe de vc esse objeto. Não fique com receio de tirar em locais publicos, nem pense em micos o importante é a sua saúde.
Mas como o sutiã é uma peça que vc gosta e vai querer usar novemente, guarde-o em locais que vc possa achar fácil:
Por exemplo: dentro da gaveta de talheres da cozinha, na estante de livros.

Descubra abaixo se vc está sendo vitima da sindrome do Sutiã maledeto

1- Vc sofre de algum tipo de claustrofobia?
2 - Quando vc vai ao banheiro, mesmo fora de casa, tem o hábito de não trancar a porta, e pouco liga se alguem abrir a porta e pegar vc com as calças arriadas?
3- Quando pega uma carona, vc pede pra ir no banco da frente, pois sente-se mal atrás?
4- Tem o habito de tomar Plasil em viagens de carro ou onibus?
5 - Já gritou repentinamente dentro de um carro a 100Km/h: Para!, para!, para!...estou me sentindo mal!! Acho que vou morrer!! Assustando todos ao redor?
6- Já emendou seu sutiã na parte traseira pra deixá-lo menos apertado, usando um simples elástico ou retalho de tecido?
7- Este detalhe é bem revelador sobre a sindrome: já se pegou tirando o sutiã (pensando que foi discreto(a)), por de baixo da blusa, na frente de familiares, achando que ninguém estivesse vendo seus  peitos caidos?

Nenhum comentário:

Postar um comentário